• Nós Educação

Os vícios comportamentais e os investimentos

por Paloma de Lavor


Investir não é simples, afinal, lidar bem com o dinheiro implica em lidar com emoções. Pense para nós, profissionais da área, o quanto é difícil lidar com o dinheiro de outra pessoa.


Nosso post de hoje visa mostrar algumas orientações de como investir, com base nas decisões inteligentes, com controle da mente e emoções, isto é, com foco na psicologia econômica. Esse termo não foi criado por mim, esse é o termo utilizado para estudar a lógica do consumo e, consequentemente, a lógica do investimento.


Você sabia que há vícios comportamentais nos investimentos? Vamos conhecê-los?


O primeiro vício é o excesso de otimismo. Você deve estar pensando, mas Paloma, ser otimista não é bom? Claro que sim! Mas precisa ser bem administrado. O ato de investir é um exercício de otimismo, mas quando em excesso, as decisões passam a ser prejudicadas, então, cuidado!


O segundo é chamado de excesso de confiança. Não confunda otimismo com confiança. Excesso de confiança faz com que as pessoas acabem comprometendo sua renda em excesso. É uma empolgação, uma ilusão de que está pronto para investir e nem sempre isso é verdade. Os desafios nos investimentos são diversos, e nem os profissionais com mais tempo de mercado se consideram perfeitos. Ter informação completa é inviável, mas ter informação confiável e apoio profissional é possível!


O terceiro vício comportamental é muito comum, é o chamado de paralisia nas decisões. Vejo muitos investidores estagnados por medo, paralisados. Nesse momento, refaça a sua carteira, busque ajuda profissional. Ganhos expressivos não são recorrentes, mas ganhos contínuos são.


Você deve estar pensando, então não devo investir? Não é isso! Estou só lhe pedindo para ter cuidado com os três vícios e que busque informação de qualidade ao montar sua carteira de investimentos. Não existem fórmulas mágicas, existe persistência e investimento de qualidade.

Ficou com alguma dúvida? Deixa aqui nos comentários que vou te ajudar!

Paloma de Lavor Lopes é economista pelo IBMEC-RJ, mestre em Economia pela UERJ e professora universitária.



0 visualização

Volta Redonda, RJ, Brasil

©2019 por Nós Educação.